O CAVALO LUSITANO

 

 

Español / Inglés /Portugués / Francés

 

 


Neste documentado e ilustrado livro, o autor expõe a história dos cavalos Lusitanos desde sua origem até nossos dias, que difere substancialmente das teses defendidas até atualidade. Desenvolve de forma ampla a teoria do “Cavalo Ibérico” fazendo-nos compreender que nunca existiu, assim, o Puro Sangue Lusitano não descende dele. Também demonstra que a base da que posteriormente nasceu esta raça não se iniciou há milhões de anos, como têm afirmado numerosos autores, senão a partir de 1640, com gado de origem francesa adquirido em Poitiers e La Rochelle, por ordem do rei João IV, e forjou-se posteriormente com as mestiçagens que se realizaram com os pura raça espanhóis, árabes e ingleses, entre outras raças. Um projeto que se iniciou pela escassez de cavalos que havia em Portugal como conseqüência das medidas que havia tomado o rei Felipe II e seus sucessores, durante o período no qual este país esteve regido pela coroa espanhola (1580-1640). Posteriormente incidiu  neste processo a criação da Eguada Real de Alter do Chão pelo rei João V, cuja finalidade era criar cavalos pura raça espanhóis. Contudo, diversas circunstâncias políticas e bélicas impediram continuar com essa finalidade, e conduziram ainda sem buscá-lo, à criação de una nova raça de cavalos no século XX: a do Puro Sangue Lusitano. 

O livro, é prefaciado por Barbara Currie, Presidenta da Fundação para o Cavalo Pura Raça Espanhol, consta de 336 páginas com texto em espanhol, inglês, francês e português foi confeccionado com papel estucado lustroso de 150 gr., de 25 x 30 cm., bordas coloridas em papel vergê, e encadernação com capa de pele sintética com estampa do título em ouro, assim como a sobrecapa a cores, plastificada e com a estampa do título com o mesmo sistema

ÍNDICE

 

Prólogo.

 

Introduçâo.

 

Chapter 1º  Historical Contex.

 

Chapter 2º  O “Cavalo ibérico”.

 

2.1   Espécie e raça.

2.2 Mitos e lendas hispano-lusitanas.

2.3 Os cavalos e a cavalaria hispânica na época romana.

2.4  A teoria do “cavalo ibérico” e sua relação com o Puro Sangue Lusitano e o Pura Raça Espanhol.

 

Chapter 3º    The beginnings of the Purebred Lusitano Horse. 

3.1  O início do projeto: A eguada Real de Alter do Chão.

3.2  A Equitação portuguesa. 

O Picadeiro Real de Belém.

O início da toureaçâo.

Escola Portuguesa de Arte Eqüestre.

 

Chapter 4º   A origem dos cavalos portugueses. 

4.1 A origem dos cavalos portugueses.

            4.2 O século XX: formação e constituição da raça lusitana. 

4.3 A recuperação do Alter Real. 

4.4 A denominação da raça lusitana. 

            4.5 O projeto de fusão do cavalo lusitano e o Pura Raça Espanhol. 

4.6 A toureação: suposta origem das diferenças raciais entreo Puro Sangue Lusitano e o Puro Sangue Espanhol. 

 

Chapter 5º   A criaçâo do Puro Sangue Lusitano.   

5.1 O Livro Genealógico do Cavalo Pura Raça Lusitano: a criação da raça. 

5.2 Padrão racial. 

5.3 Principais características morfológicas diferenciais com o Pura Raça Espanhol. 

 

TIENDA ONLINE

VOLVER